5 dicas para você fotografar usando longa exposição

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Mesmo se você é um fotógrafo experiente  de paisagem você sabe que  longa exposição é uma técnica que demanda muito trabalho e estudo.

As cinco dicas a seguir são apenas algumas das coisas que eu aprendi, (muitas vezes da maneira mais difícil) com minha própria experiência, com a fotografia de paisagem e eu espero que você é capaz de aproveitá-las e aplicá-las em seu trabalho.

long-exposure-landscape-photography-05

 

1 – Considere a cena sem a câmera

Ao chegar em um local que você pode estar ainda com a mochila e a câmera nas costas, e já está preparando para configurar o seu equipamento. Com a longa exposição a sua mente pode muitas vezes estar ocupado fazendo as contas, calculando os tempos de exposição, fazendo malabarismos com tripés e brincar com os filtros.

Tome seu tempo e eis que a cena, esqueça que você está capturando uma imagem de longa exposição e lembre-se bem do  enquadramento. Eu uso o sistema de filtro de Lee em minhas câmeras Fuji X, que é fácil de colocar e retirar a densidade neutra (ND) filtro para a câmera entre os disparos. Muitas vezes eu remover o filtro e capturar imagens de exposição mais curtos para rever na tela LCD. Se essas imagens não ficam boas, quer dizer que as vezes eu não analisei a cena suficiente.

long-exposure-landscape-photography-04

2 – Maximize as suas imagens com a luz da manhã ou da noite

Teoricamente, é possível captar imagens de longa exposição, mesmo durante a parte mais ensolarada do dia, mas geralmente não é o melhor momento para fotografar.

Tente ir a noite ou de manhã  bem cedo para a captura de imagens de longa exposição p Você vai achar que você tem um controle muito mais criativo e vai capturar imagens mais atmosféricas, fotografando nos extremos do dia.

 

long-exposure-landscape-photography-02

Se você está fotografando o oceano, então uma dica é pesquisar tempos de maré.

3 – Use a regra dos terços

Como a primeira dica que eu realmente recomendo que você gasta tempo estudando sua localização. Imagine a sua imagem como três camadas separadas. As camadas superior e inferior precisa conter algo de interesse visual com a camada do meio que tende a ser a mais suavizadas. Imprensando da água suave entre primeiro e segundo plano detalhe pode adicionar um senso real de drama a uma cena longa exposição.

long-exposure-landscape-photography-06 (1)

 

4 – Mantenha seu equipamento limpo

Com o obturador da câmera aberto por longos períodos qualquer poeira ou sujeira na lente ou no filtro tem uma maior oportunidade de impactar em sua imagem. Seu software de pós-produção (como o Adobe Lightroom) vai de alguma maneira de limpar automaticamente a poeira, mas muitas vezes manchas maiores são visíveis em imagens de longa exposição que não seria óbvio em condições normais. Ter um pano de limpeza prático e limpeza do filtro (ambos os lados) e pode resultar em menos trabalho de pós-produção mais tarde.

5 – Melhorar em pós-produção

Quando se trata de processamento de pós-produção para fotografia de longa exposição, eu recomendo com foco em três áreas. Inicialmente você deve corrigir qualquer matiz de cores criada pelo filtro ND. Este é um processo relativamente simples, no Lightroom use o controle  ‘temperatura’ para aquecer a imagem para um tom mais natural.

Você deve, então, ampliar e verificar se há pontos de poeira, estes são geralmente mais evidente nos destaques, como a linha do horizonte. Use a ferramenta Remoção de manchas (atalho Q) para remover essas manchas facilmente.

Post Traduzido do DPS.

 

 

Sobre Felipe Loss

Felipe Loss, 26 Anos. Fotógrafo
Estuda Análises de Sistemas na UTFPR e desde de pequeno é fascinado por fotografia.Começou a fotografar 2007 e desde então é apaixonado por fotografia, câmeras e Técnicas de iluminação. Mais em Instagram do Felipe Loss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *